BDD Scenarios should be automated

Last February, I had this conversation with an agile coach (AC) at an organization in an agile transformation:

AC: – “We started up on BDD today!”

Me: – “Really? That’s awesome! Automating scenarios?”

AC: – “No, just writing scenarios.”

Me: -“So it’s not BDD… It’s specification by Example.”

AC: -“Why not? BDD doesn’t need test automation.”

Me: -“We can say that’s half way to BDD. Scenarios shall be automated after writing it.”

After few minutes, no agreement.

Matriz de Ganhos e Perdas: Tomada de Decisão Sobre uma Meta

Ao final de 2015, eu precisava decidir de sairia de um emprego público no qual estava a quase 6 anos. Eu sabia dos benefícios de estar num órgão público, mas também sabia das oportunidades do mercado de TI – Tecnologia da Informação. Eu estava dividido. Uma confusão tomava conta de mim sobre decidir se partiria para a iniciativa privada.

Eis que lembrei de uma ferramenta muito útil sobre a congruência de uma meta. Congruência significa se a meta está realmente alinhada com seu momento de vida, com suas expectativas. A ferramenta é a Matriz de Perdas e Ganhos. Ou, como prefiro chamar, Matriz de Ganhos e Perdas.

Ao buscar uma meta, não temos apenas ganhos, mas também podemos ter perdas. E se não buscarmos a meta, mesma coisa. A ideia central desta ferramenta é tornar consciente os ganhos e perdas de buscar ou não uma meta.

Template da Matriz de Ganhos e Perdas

Confira o modelo a seguir, faça o download do template e preencha cada seção. Após isso, decida sobre buscar a atingir ou não a meta.

Enterprise Agile Coaching: The Ivory Tower Syndrome

The Ivory Tower Syndrome happens when top management decisions are disconnected from the reality of the organization. Enterprise Agile Coaches are in the Ivory Tower when they are dealing with agile transformation decisions without spending time in the Gemba.

Gemba means factory flood in Lean manufacturing, which means where the Value Stream are really happening. If you are not looking into the place where the root problem is happening, it’s not easy to find a proper solution. Otherwise, are you working on plans and presentations? Thinking about process and tools? Hum…

I have been working as an agile coach since 2013. So in 2018, I worked as an Enterprise Agile Coach for six months. I was happy in the beginning, very hopeful to make impact in the organization. In the midst of it, I realized I was working mostly with managers, leadership, surveys, organizational assessments, that I was in the Ivory Tower. Ouch. That hurts. I was not happy, but hopeful. So when I perceived all that plans were not really happening, I felt being like a failure, then I had to ask to leave.

To avoid the the Ivory Tower Syndrome, the Enterprise Agile Coach must go to the Gemba. Not just going, but working on there with individuals and teams.

I believe the name Enterprise Agile Coach is wrong. Agile is about individuals and interactions. Coaching is about unleashing the best version of individuals and teams. It is a kind of contradictory having this name when the role is working far away from the value stream. Maybe the name Agile Transformation Consultant/Mentor/Specialist can be much better.

So there on the top where the Enterprise Agile Coach most works, in the Ivory Tower. Unless they are going to the Gemba.

There’s a Zen quote I remember about it.

“From the pine tree, learn of the pine tree; And from the bamboo, of the bamboo.”

Matsuo Bashō, Japanese poet

From the teams, learn of the teams. It doesn’t matter how much assessments, surveys, the Enterprise Agile Coach works on.There is no better assessment than going to listen to the teams and understand things that cold assessments would never tell.

Go to the Gemba everyday.

Planeje 2019 desde já! Planejamento Pessoal por Metas Trimestrais por Ano

2019 está quase aí, e você já está se planejando sobre o que busca alcançar no próximo ano? Ou vai esperar março começar para reagir, e entrar no piloto automático até o próximo ano acabar?

Utilize o modelo de Planejamento Pessoal por Metas Trimestrais por Ano para planejar 2019 desde já.

Planejamento Pessoal por Metas Trimestrais por Ano

Como dica, reflita para cada objetivo pessoal seu “O que de incrível gostaria de alcançar em 2019?”

Saiba mais sobre Objetivos e Metas no livro do Mantra da Produtividade.

Que tal um café? Uma reflexão estóica diária

Diariamente pela manhã, antes de beber a sua primeira xícara de café, pergunte-se: “Vale a pena viver e beber essa xícara de café?”.

IMG_20180902_111711700.jpg
Café sendo passado na manhã de hoje 2 de setembro de 2018. Perceba o vapor sobre o bule de café.

Por eu estar escrevendo neste momento, a minha resposta óbvia é sim, vale a pena viver. Vale a pena viver para apreciar um café. Dica: nunca faça essa reflexão com café ruim. Porém é muito mais que isso. Vale a pena viver pelos pequenos momentos que a vida proporciona. Você ainda consegue respirar naturalmente? Pode beber um café? Comer um alimento sem qualquer ajuda? Aprecie. Posso afirmar que nenhuma vida é perfeita, o que vale é focar no que há de bom. É uma escolha.

Por diversos meses durante um período sabático entre 2017 e 2018, eu me questionava quase todos os dias essa reflexão. Lendo, estudando, relendo e praticando o itens do Manual de Epiteto (O Enquirídio) em 2017, eu me tornava muito pensativo sobre a minha vida. Epiteto, dentre Sêneca e Marco Aurélio, para mim foi o maior exemplo dos estóicos, e seus ensinamentos podem parecer extretamente pesados.

Esse exercício vem do post Should I kill myself or have a cup of coffee? The Stoics and Existentialists agree on the answer de Massimo Pigliucci, um estóico e professor de filosofia da City University of New York. A resposta é “Grab a cup of joe, and focus on appreciating and creating meaningful relationships, projects to pursue, useful things to contribute to others, and things to learn for yourself (Pegue uma xícara de café, e foque em apreciar e criar relacionamentos significativos, projetos a realizar, coisas a contribuir para outros, e coisas a aprender para si próprio)”.

Como um exercício estóico relacionado, busque não reclamar de nada no seu dia. Nem de nada, nem de ninguém, nem de qualquer coisa. A responsabilidade da tua vida é exclusivamente tua, de mais ninguém. Reflita e melhore o que puder em si próprio. O que você foca, expande. Você fez a escolha.

Vale a pena viver. Que tal um café?