Procrastinando?

São 23h, há pouco eu estava deitado na cama descansando, querendo escrever esse post, mas não queria sair do lugar. Isso é errado? Não, absolutamente não. Eu queria descansar, minha energia não estava suficientemente boa, nem a energia física, nem a mental. Eu precisava descansar.

Mas eu sabia que poderia fazer algo importante dos meus projetos pessoais, sim, eu sabia. Por pelo menos 2 horas. Isso é bastante tempo, tendo foco obviamente.

Então, por que eu estava procrastinando? Eu não estava. Naquele momento, eu precisava descansar. Então, posso até dizer que não existe procrastinação. O que existe é priorizarmos fazer outra coisa no momento que não é o que tínhamos anteriormente planejado fazer.

Um exemplo clássico de procrastinação…

Por exemplo, você está estudando para o concurso público que sempre quis e planeja estudar das 20h às 22:30h, até o dia da prova, daqui 30 dias. Ao se preparar para estudar, você começa a fazer outras coisas pontuais. Quem sabe limpar algo da casa, quem sabe navegar um pouco na internet. É só uns minutos… E assim vai. Você começa a estudar um pouco depois das 20h, parece que está tudo bem, mas ainda não tem foco. E mais, não sabe bem por onde começar. Seu celular está com algumas mensagens para ler, e de vez em quando você responde, e volta a estudar. Chega 21h, está chato de estudar, e a melhor coisa a fazer é continuar amanhã, e seguir naquele seriado até a hora de dormir. Os seriados (já no plural) estão tão bons, que basta ver só mais um. E assim você perde uma parte da noite de sono. No outro dia você acorda, vai trabalhar e mais um ciclo começa. Rapidamente, falta menos de uma semana para a prova. Você sabia mesmo que não iria vencer o edital, era muita coisa! Falta “tempo”. Né?

Perceba nessa pequena história a quantia de detalhes que são a base da “procrastinação”… A falta de reconhecer a importância da sua meta, a falta de energia, péssimo sono, falta de motivação, falta de desafios, diversas interrupções da Internet, hábitos improdutivos, falta de gestão de tarefas.

Uma fórmula simples para calcular a produtividade

Posso dizer que a produtividade é o produto de 4 características:

Produtividade = Gestão de Tempo(%) * Gestão de Tarefas(%) * Gestão de Energia(%) * Habilidades(%);

Avalie como é a sua gestão de tempo em porcentagem. O mesmo com gestão de tarefas, de energia e habilidades de realização das tarefas. Multiplique tudo isso. Eis a sua produtividade em %. Por exemplo gestão de tempo a 50%, gestão de tarefas a 80%, energia a 40% e habilidades a 95% gera uma produtividade de 15,2%. Uma produtividade bastante baixa, não? Comece melhorando o que estiver de pior. Nesse exemplo, a gestão de energia. É onde trará melhores resultados.

Diversas técnicas para vencer a procrastinação

O Mantra da Produtividade é um framework com diversas técnicas para cada parte que influencia a produtividade, com gestão de tempo, gestão de tarefas, gestão de energia e gestão de hábitos. Você pode adquirir o livro completo no site da editora, ou então baixar a versão gratuita pocket com bastante conteúdo para começar. Conheça mais sobre o livro do Mantra da Produtividade.

Anúncios